Postagem em destaque

Contos de Fada Eróticos no Rio de Janeiro: O traficante de Zô - Parte I

Bem-vindo a série de Contos de Fada Eróticos no Rio de Janeiro. Começando com uma adaptação do Mágico de Oz. Obs.: Aviso para quem for fre...

quinta-feira, abril 01, 2010

A Líria do Delírio de Walter Lima Jr.

ou  A Líria do Roteiro

Vamos fazer um drama, bem estilo nouvelle vague, a partir de um bloco de carnaval de Niterói, a Líria do Delírio. A trama deve ser a mais simples possível, sem nenhuma idéia a ser emitida ao público, só uma masturbação artística baseada no popular, completamente inacessível a ele.

Trama cíclica, todos os personagens participam do bloco de início de ano e se envolvem no drama, apesar de não necessariamente se conhecerem, assumindo diferentes papéis. Mulher é contratada para traficar drogas, perde-as para grupo rival do que a contratou. Seqüestram seu guri-guri para pagar pelo prejuízo. Líder da gangue é seu ex-amante. Jornalista se oferece para ajudá-la. Sugere vender o guri-guri para pagar o prejuízo e depois seqüestrá-lo de volta. Gangue que rouba as drogas tem desavenças, um queima o outro. Médico que pretendia vender o guri-guri é preso antes da fuga. Fim hollywodiano.

Trama estabelecida, improvisar tudo. Dar total liberdade aos atores para exageraram e preencherem as lacunas de tempo com um certo humor.

Parte final: a edição. Editar de forma que tudo pareça uma enorme dança em que todos os pontos se encontram e desencontram com a festa de carnaval. Tudo deve parecer um quebra-cabeça que se encaixa no total.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário: