O Escritor

Olá, meu nome é Daniel Matos e sou um escritor, cineasta, ator e filósofo, quem sabe também assassino e shaman! Sou um carioca - para quem não sabe isso significa residente do Rio de Janeiro, Brasil (do clube dos que não gostam nem de samba, nem de futebol, e quer atirar em funqueiros), e sou formado em filosofia pela UERJ e cinema pela UFF - duas faculdades provavelmente porque eu não conseguia pensar em nada melhor para fazer no momento e não queria dinheiro. Sou escritor desde quem sabe quando, com clássicos como O Homem e o Leão, e o Monstro do Carro, clássicos tão clássicos que nem eu mesmo sei que fim tiveram. Mas depois escrevi mais e até empurrei para outras pessoas, que para espanto meu gostaram. Em 2008, depois de uns 4 anos de escritas esparsas - quando me dava vontade - , publiquei o livro Um Grito no Vazio para o Nada

Um romance filosófico com um indivíduo no meio do nada passando por diferentes situações a fim de descobrir a si mesmo - não, não é Seinfeld.

Esse foi seguido de outros livros, Sarah e Outros Contos Além da Barreira, um livro de contos na mesma veia filosófica do primeiro, só que com cenários surreais.

O Relato da Vida da Terrível Criatura, que vive na Caverna Sombria, chamada Loid: Volume I, uma saga de uma criatura perfurando a realidade, na verdade o primeiro e último de todos os livros, já que é infinito, foi começado em 2003 e nunca irá acabar.

Parafuso no Espelho, um livro de contos surreais com leves pitadas de humor negro. Nele o leitor vai encontrar uma apresentação por Dante Alighieri dos horrores da Disneylândia; a filosofia do "É batata!", muito usada por Nelson Rodrigues; descobrir como um famoso jornalista brasileiro foi à lua em 1969; ler as escrituras sagradas da religião dedicada ao profeta Michael Jackson; ver as peripécias do presidente vitalício do maior país da America Latina, El Dourado; conhecer o sexo nasal e suas repercussões na sociedade; acompanhar as desventuras românticas de Orson Welles; imergir guiado por John Lennon entre os corredores da maior cinemateca da realidade, contendo todos os filmes feitos, além dos só imaginados e os nem sequer pensados; mediunizar o pós-vida de Amy Winehouse no céu, e muito mais! 

Meu ano sem ela, meu primeiro romance realmente romance, um drama, crítica-social, que segue as aventuras tempestuosas de seu protagonista na descida por uma vida de chopadas, festas na Lapa, apartamentos estranhos, fetiches sexuais em salas de aula isoladas, coalas a baforar a fumaça de um charuto, noites alcoolizadas, perdidas, de êxtase, de esperança, de desespero. A descida de um jovem pelo submundo de festas, sexo e álcool do Rio de Janeiro, após o termino com sua namorada. Uma vida de promiscuidade, a qual se entrega, sem saber se realmente ali quer estar. 

Fora isso também escrevo analises de filmes, descobrindo coisas que nem os diretores sabiam quem estavam fazendo. Também coloquei aqui vários trabalhos sobre filosofia. E também há quadrinhos! Tenho dezenas de roteiros para quadrinhos que de vez enquanto consigo alguém para desenhar. 

Sou um grande leitor de Kafka, Dostoyevsky, Henry Miller, Wilde, Huxley, Bukowski, Burroughs, Hesse, e muitos outros grandes nomes da literatura, mas grande parte das minhas influências vêm das histórias em quadrinhos. Basicamente aprendi a ler com os X-Mens do Chris Claremont. Depois avançando para revistas como V de Vingança, Miracleman, Sandman, Mostro do Pantano, Animal Man, Doom Patrol, Os Invisíveis, Transmetropolitan, Preacher, Shade The Changing Man, Akira, Black Incal, Rising Stars, e muitos outros. O que posso dizer, sou a única pessoa que conheço pessoalmente que já leu as 300 edições de Cerebus do Dave Sim, apêndices inclusos (meu deus, se você não sabe o que é faça um google agora). Filmes são minha segunda maior influência - tem uma razão de eu ter acabado numa faculdade de cinema. Orson Welles aparece de vez enquanto em minhas histórias. Só para mencionar, sou um grande fã do Kubrick, Monty Pyton – Terry Jones e Terry Gilliam especialmente - , Jim Henson, Romero, Wong Kar-Wai e Sofia Copola.

Contato:
E-mail: daniel_man38@yahoo.com.br
Facebook: http://www.facebook.com/DanielMatosComBr